quinta-feira, 7 de junho de 2012

Namoro "Psico"


O desenvolvimento humano, passa por algumas fases e cada fase tem suas características. Para Freud a criança entra no período de Latência por volta de 5 a 6 anos quando o desejo sexual fica adormecido, levando a criança a interessar-se pela vida social, buscando conhecimentos diversos, estudo, amizades, esporte etc.
Este desejo pelo sexo oposto aparecerá com força total na adolescência entre 14 aos 20 anos, é esse período que eu quero falar um pouco.
A troca de olhares é inevitável, os homens desenvolvem os músculos, e é “comum” o aparecimento de brigas por causa de uma garota, pois eles querem mostrar quem é mais forte, é como no reino animal, mesmo que o homem seja um ser racional, mas muitas vezes age como irracional. Nas mulheres há um aumento nos quadris e no busto, e hoje mais que nunca este detalhe é valorizado pelas mulhes no intuito de conquistar os homens, mesmo que a mulher tentem negar, mas é uma atitude natural, está no inconsciente dos dois ( a mulher se mostrar e o homem admirar). Mas cuidado isso é atração física.
No reino animal há uma disputa pela fêmea, há muitos anos atrás também era assim, utilizava-se a força, hoje quem usa a força para impressionar uma moça já sai perdendo, pois a sociedade não aceita e não tolera violência. Que infelizmente há alguns Jovens que continuam agindo como os homens da caverna.
Quero falar para quem já tem um namorado no caso das moças e uma namorada no caso dos rapazes. A atração começa com um olhar, não é ainda amor, pois os dois ainda não se conhecem, é preciso uma iniciativa do homem ao perceber que houve este interesse por parte de ambos, depois de uma conversa com a pessoa e decidem namorar, é a vez de conversar com os pais, e mostrar-lhes suas intenções com esse relacionamento.
Uma vez namorando, algumas atitudes devem mudar, por exemplo: amizades mais chegadas com o sexo oposto, devem ficar restritas, as festas que costumava a frequentar sozinho, agora deve ser compartilhada com o namorado(a), o comportamento deve ser não de casados, mas de quem assumiu um compromisso e pretente honrar até que dure este relacionamento. Se por acaso um dos namorandos por algum motivo achar que não gosta mais do companheiro, deve ser sincero e terminar o relacionamento, e o outro deve respeitar a decisão e aceitá-la, pois o coração prega peças em  nós e as vezes não entendemos.
E se você gosta de alguém e esta pessoa não está namorando o que fazer?.
Tente conquistá-la, procure saber o que ela gosta, o que lhe faz sentir feliz e se esforce para fazer, seja gentil, escute-a, dê atenção pois tenho certeza que logo logo esta pessoa vai lhe notar. E aí... você sabe....  
Um abraço de seu irmão em Cristo, CARDOSO.

1 comentários:

Carla Ribas disse...

Olá Cardoso, passei para agradecer seu comentario no Ube.
Parabéns por preocupar-se com os Jovens. Tenho um filho de 17 anos e uma filha de 11 e sei que é uma fase maravilhosa, que precisa ser vivida intensamente, mas com acompanhamento e encorajamento para o certo.
Que Deus te abençoe!
Carla Ribas

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails